Infraestrutura

Além da sua estrutura básica de Coordenação, duas salas de aula exclusivas, sala para reuniões, mini-auditório e auditório, sala de estudo para discentes, o Programa de Pós-Graduação em Odontologia (PPGO) a partir de meados de 2014, o PPGO/UFG passou a contar com estrutura de Centro de Pesquisa voltado às linhas de pesquisa do programa, coordenado por pesquisadores docentes vinculados ao PPGO/UFG. Essa implantação somente foi possível devido à desocupação de parte do prédio da FO/UFG pela Faculdade de Farmácia, apoio da direção da FO/UFG, e recursos complementares do Edital CAPES/FAPEG-Apoio a PPGSS (11/2012). Esse Centro de Pesquisa foi um avanço ao desenvolvimento de projetos de pesquisa inovadores e à produção científica de impacto do PPGO/UFG. Atualmente o Programa conta com uma servidora, técnica de laboratório, responsável pela administração do Centro de pesquisa e gerenciamento de todos os equipamentos multiusuários.

Em 2017, o Biorrepositório foi incorporado ao Centro de Pesquisa do PPGO/UFG, sendo um espaço multiusuário gerido pela coordenação do Programa. A estruturação deste espaço ocorreu em sala apropriada para acolher dois freezers (-800C e -200C) e possui ar condicionado 24 horas, monitoramento do sistema de refrigeração com alarme visual, nobreak e sistema que possibilita back-up de CO2. O ultrafreezer -800C foi adquirido via edital MCTI/FINEP/CT-INFRA-PROINFRA–02/2014 (Equipamentos Multiusuários) e atende às demandas dos pesquisadores do PPGO/UFG que necessitam acondicionar amostras teciduais ou fluídos, como sangue ou saliva. Ainda fruto do edital MCTI/FINEP/CT-INFRA-PROINFRA–02/2014, em 2019 um equipamento automático para realização da técnica de imunoistoquímica foi incorporado ao Laboratório de Imunoistoquímica e Análise de Saliva. Esse equipamento é de caráter multiusuário e atende as demandas de toda UFG.

LABORATÓRIOS INSTALADOS NO CENTRO DE PESQUISA DA FO/UFG:
(1) LABORATÓRIO DE PATOLOGIA BUCAL: está dividido em três segmentos:
a) Laboratório de anatomia-patológica: conta com um equipamento para processamento de amostras automático (histotécnico/Aotec), micrótomo (Leica), capela, geladeira, estufas, placa aquecedora para inclusão de espécimes, banho Maria, destilador de água, deionizador de água, balanças analíticas, pHmetro (Tecnal), homogenizadores; ainda, acervo de laudos, blocos e lâminas para pesquisa.
b) Laboratório de pesquisa e análise microscópica: possui três microscópios trinoculares (Carl Zeiss) com sistema digital de captura de imagem e retículos de integração para análises microscópicas quantitativas e histomorfometria, microscópio para imunofluorescência (Carl Zeiss) com sistema digital de captura de imagem, freezer -800C pequeno e uma geladeira.
c) Laboratório de ensino de patologia: contém 15 microscópios binoculares (Carl Zeiss), um microscópio adaptado com cinco cabeças (Carl Zeiss) e um projetor de lâminas; compartilhado entre atividades de ensino, pesquisa e extensão.
(2) LABORATÓRIO DE IMUNOISTOQUÍMICA E ANÁLISE DA SALIVA: área de 36,8m2 que conta com um equipamento automático para imunoistoquímica, estereomicroscópio, microscópio binocular, computador, 3 geladeiras, Leitora de Elisa com workstation, centrífuga refrigerada, homogeneizadores, vórtex, purificador de água MilliQ, banho-maria digital (DeLeo), steamer (T-Fal), balança analítica (Bioprecisa), balança de alta precisão (Insthrutherm), pHmetro, vidrarias e bandejas apropriadas; ainda, diversos anticorpos e reagentes para pesquisa.
(3) LABORATÓRIO DE PATOLOGIA ORAL E BIOLOGIA MOLECULAR: área de 43,2 m2. Uma capela de fluxo laminar vertical, uma centrífuga refrigerada, , uma incubadora multigás para cultivo celular, um microscópio invertido, uma geladeira, um ultrafreezer com sistema de alarme e back-up CO2, um galão de nitrogênio para armazenamento de células, um sistema de eletroforese (BioRad) para Western Blot, um sistema de blotting (BioRad), uma balança de precisão, um microscópio de luz, um banho Maria, um vórtex, cinco agitadores magnéticos, três pipetadores automáticos, uma bomba a vácuo, um sistema de aspiração de líquidos, uma bancada para técnica de imunofluorescência e dois computadores com acesso a internet. Neste laboratório é possível realização das técnicas de cultivo celular, imunohistoquímica, imunofluorescência, Western Blot (análise proteica e de sinalização celular).
(4) LABORATÓRIO DE CIÊNCIA ENDODÔNTICA: área de 73m2; contém uma capela de biossegurança Veco (Bioseg 09), um fluxo laminar, duas incubadoras, uma estufa, duas geladeiras, um termociclador para PCR (Biocycler), fonte e cuba para eletroforese de PCR (Loccus), um transiluminador (Loccus), quatro microscópios binoculares de luz, um espectrofotômetro NOVA 1600W, um agitador de tubos Phoenix AP 56, uma balança de precisão, um pHmetro, um microondas, um banho maria 360C EVLAB, uma microcentrífuga 14000D, um purificador de água Direct-Q, um limpador ultrasônico, uma autoclave 19 L, uma seladora, uma embaladora, uma autoclave pequena.
(5) LABORATÓRIO DE MICROBIOLOGIA ORAL: área de 17,8m2. Contém: 2 autoclaves, 1 capela de fluxo laminar, 1 forno micro-ondas, 1 balança de precisão, 3 estufas microbiológicas, 1 seladora, 2 frigobares, 1 espectrofotômetro, 1 microscópio óptico.
(6) LABORATÓRIO DE BIOMECÂNICA: área de 66 m2; contém uma balança analítica de alta precisão, um pHmetro, uma estufa biológica, uma máquina universal de ensaio de alta precisão Instron/Modelo 5965 de coluna dupla de bancada e com Capacidade 5 kN (500 kg, 1125 lb) com dispositivos para testes de microtração, microcisalhamento, resistência flexural e compressão; uma máquina de corte (LabCut); uma politriz/lixadeira de velocidade variável com dispositivo para polimento múltiplo (Teclago); um Rugosímetro TR210 (Digimess); um espectrofotômetro (EasyShade - Vita); dois paquímetros digitais.
(7) LABORATÓRIO DE PESQUISA QUALITATIVA: área de 25m2; inclui equipamentos de som (placa, caixa, 14 microfones), mesa do tipo reunião para 12 cadeiras, computador e tratamento acústico do ambiente. Em 2013 foi adquirido mobiliário para aprimorar o funcionamento do laboratório com recursos institucionais, e em 2014 o laboratório foi instalado em sala mais ampla que permitiu a instalação de projetor multimídia interativo e computador com software para análise de dados. Softwares: IBM SPSS, NVivo, MedCalc, Observer XT.
(8) LABORATÓRIO DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM: área de 24 m2. Conta com computadores diferenciados para suportar softwares de processamento de imagens com finalidade de diagnóstico (tomográficas, ressonância magnética) e desenvolvimento de modelos computacionais para as mais diferentes finalidades (elemento finito; simulação de testes mecânicos; desenvolvimento de técnicas cirúrgicas virtuais; estudo de doenças da região bucomaxilofacial; análises tridimensionais morfológicas, celulares, etc.). Subsidiado por Universal CNPq 2013 e DocFix FAPEG aprovado em 2014. A aquisição de concessão de uso de softwares para pesquisa em biomecânica e mecânica permitiu fortalecimento de
parceria do PPGO/UFG com o das Faculdades de Engenharia Civil, Mecânica e Computação da UFG.
(9) LABORATÓRIO DE MÉTODOS QUANTITATIVOS: área de 32m2; contém estrutura para discussões estatísticas de projetos, com mobiliário, computadores, acesso à internet, softwares para análise estatística como IBM SPSS, Stata, MedCalc, dentre outros.
(10) LABORATÓRIO DE RADIOLOGIA DIGITAL (LRD): Conta com equipamentos e softwares que visam pesquisa na área da Radiologia e Imaginologia Odontológica e áreas que se relacionam a esta. Contém o aparelho de exames radiográficos intraorais FOCUS™ (Kavo do Brasil Ind. Com. Ltda.), da Instrumentarium e o sistema digital ExpressTM (Instrumentarium Dental, Tuusula, Finland). Esse sistema utiliza um software, que é o CliniviewTM, que permite que além adquirir, visualizar e armazenar a imagem, sejam feitas manipulações como brilho, contraste, aplicação de filtros como a colorização, inversão de escala, para que sejam feitas correções e/ou melhoramento na imagem após sua aquisição, além de fazer mensurações lineares e angulares. Outro software disponível é InVivoDental (versão 5.4, Anatomage, SãoJosé, Califórnia, EUA) e um computador com monitor adequado para melhor interpretação das imagens: monitor com 28” de tela Ultra HD LED com 3840 x 2160 pixels de resolução, tempo de resposta de 16 ms, pixel pitch 0,27 mm, ângulo de visão horizontal e vertical de 178O, brilho de 300 cd/m² e contraste de 850:1, CPU com core i7 900 series compatível com processador multi-core, memória RAM de 8GB, GPU/Graphics Card ATI Radeon HD 6970 ou NVIDIA GeForce GTX-580, HD de 500GB e Sistema operacional Windows10 64bit OS.
(11) BIORREPOSITÓRIO: área de 8m2, contém 1 ultrafreezer -800C e 1 freezer -200C para armazenamento de material biológico de pesquisas realizadas pelos docentes do PPGO. A sala é também equipada ar condicionado 24 horas, monitoramento do sistema de refrigeração com alarme visual, nobreak e sistema que possibilita back-up de CO2.
(12) CENTRO DE PESQUISA EM PRÓTESE E IMPLANTES: O espaço tem área total aproximada de 106 m2, localizado no 1º andar da Faculdade de Odontologia da UFG. Neste espaço foram instalados três consultórios com equipamentos para atendimento de pacientes, salas de apoio, guarda de materiais, laboratório de prótese e sala de professores. Incluem-se também os seguintes equipamentos: computadores, impressoras, mobiliário de escritório, 3 equipamentos odontológicos completos, armários diversos, equipamentos odontológicos diversos. O núcleo foi construído com recursos próprios originários de geração de receita própria por prestação de serviços vinculados a projeto de extensão gerenciado pela Fundação de Apoio à Pesquisa, além de recursos captados em editais de fomento. Além disso, o PPGO/UFG possui 1 clínica odontológica com 11 consultórios, onde os projetos clínicos são desenvolvidos. Importante destacar que a UFG tem priorizado a implantação e melhoria de laboratórios de caráter multiusuário, para atender às demandas por pesquisa em tecnologia e inovação no Centro-Oeste e estreitar as trocas entre universidade e setor privado. Nesse sentido, o Centro Regional para Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (CRTI) no Campus Samambaia da UFG é um centro instrumental multi-institucional e multiusuário implantado com financiamento da FINEP, FAPEG (Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de Goiás), SECTEC e recursos de emendas parlamentares da bancada goiana no Congresso Nacional. Sua implantação contou também com a parceria da UEG (Universidade
Federal de Goiás), IFGoiano e PUCC-GO. O CRTI é a primeira instalação do Parque Tecnológico Samambaia. A missão do CRTI é atender projetos de pesquisa e desenvolvimento de universidades, centros de pesquisa, órgãos governamentais e empresas, assegurando sempre a excelência técnica e científica de seus serviços. O CRTI está organizado em quatro divisões: Divisão de Análise Química e Estrutural (DAQE), Divisão de Imagens e Análise Pontual (DIAP), Divisão e Cromatografia Aplicada (DCAP) e Divisão de Infraestrutura Complementar (DIEC). Atualmente, as técnicas instrumentais disponíveis no CRTI são: Citometria de Fluxo, Difratometria de Raios-X, Espectroscopia Óptica (UV-Vis e Infravermelho), Fluorescência de Raios-X, Espectrometria de Massa, Espectrometria Óptica, Microscopia Eletrônica de Varredura (W e FEG), Microscopia Óptica Convencional e Confocal, Microanálise Eletrônica, Cromatografia de Alta Resolução.

Recursos de Informática

Os laboratórios, sala dos professores, sala de estudo dos alunos e secretaria do PPGO/UFG estão equipados com computadores interligados à rede de informática do Centro de Recursos Computacionais (CERCOMP) (órgão que agrega o Centro de Informação e Teleprocessamento), com acesso à internet de alta velocidade que oportunizam o acesso a bases e bancos de dados para levantamento bibliográfico e pesquisa científica como o Periódicos Eletrônicos do Portal Capes, PubMed, Web of Science, Scielo e Bireme.

Em 2013, a FO/UFG passou a contar com o Laboratório Multifuncional de Informática, em sala que contém 30 computadores associados a negatoscópios, apropriados para o transporte de grande quantidade de dados, incluindo imagens com finalidade de diagnóstico, além de projetor multimídia. Esse laboratório viabiliza o ensino de disciplinas relacionadas à metodologia científica, de análise de dados, diagnóstico por imagens, atividades do EAD.

Além disso, o Núcleo de Telemedicina e Telessaúde de Goiás da Faculdade de Medicina da UFG, coordenado pelo Prof. Dr. Alexandre Taleb, disponibiliza equipamento completo para realização de teleconferências nacionais e internacionais, e está localizado no CEROF- Centro de Referência em Oftalmologia do Hospital das Clínicas da UFG. Outro recurso é o Laboratório de Engenharia de Multimeios (ENGEMULTI) da UFG, coordenado pelo Prof. Dr. Getúlio Antero de Deus Júnior, que disponibiliza as tecnologias multimeios, principalmente a infraestrutura para videoconferência, para diversas aplicações de colaborações científicas, acadêmicas, serviços, educação à distância e encontros de grupos de pesquisa, incluindo treinamento e capacitação de docentes das várias unidades da UFG.

 

Biblioteca

O Sistema de Bibliotecas da UFG (Sibi/UFG), vinculado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG), é composto por oito unidades, sendo uma central e sete setoriais. Em Goiânia, cidade sede do PPGO/UFG, funcionam três unidades do Sibi/UFG:

1- Biblioteca Campus 1 - Praça Universitária - este prédio fica na mesma quadra da Faculdade de Odontologia;

2- Biblioteca Central  - Campus 2, a cerca de 10 km da FO/UFG;

3- Biblioteca Centro de Ensino e Pesquisa Aplicados à Educação - Campus 2.

Duas bibliotecas da UFG atendem diretamente ao PPGO/UFG: a Biblioteca Central e a Biblioteca Campus 1. Essas bibliotecas contam com três salas didáticas de informática, que possuem acesso à internet e ao Portal Capes, entre outras bases de dados, por meio de 67 computadores. A sala de informática da pós-graduação na BC também é cedida para realização de cursos de interesse da comunidade UFG.

O Sibi também é responsável pelo Portal de Periódicos da UFG, pela Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFG e pelo Repositório Institucional. Os três compõem o setor denominado Portal da Informação, coordenado pela Gerência de Informação Digital e Inovação.

 

Outras informações

O PPGO/UFG possui duas salas de aula exclusivas, estruturadas com equipamento didático adequado (quadro branco, projetor multimídia interativo com tecnologia 3LCD, acesso à internet por meio de rede sem fio), uma sala de reuniões (da FO) e uma sala de estudos para os alunos de Pós-Graduação que conta com cinco computadores modernos com acesso a internet, escâner, impressora, mesa para estudo conjunto e escaninho. A Secretaria e Coordenação do PPGO/UFG ocupam duas salas próximas à entrada do Centro de Pesquisa. Ainda, a FO/UFG conta com: um mini-auditório para 45 pessoas e um auditório moderno, para 250 pessoas,

Conta ainda com o Centro Regional para Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (CRTI) no Campus Samambaia da UFG. é um centro instrumental multi-institucional e multiusuário implantado com financiamento da FINEP, FAPEG, SECTEC, UFG e recursos de emendas parlamentares da bancada goiana no Congresso Nacional. A missão do CRTI é atender projetos de pesquisa e desenvolvimento de universidades, centros de pesquisa, órgãos governamentais e empresas, assegurando sempre a excelência técnica e científica de seus serviços. O CRTI está organizado em quatro divisões: Divisão de Análise Química e Estrutural (DAQE), Divisão de Imagens e Análise Pontual (DIAP), Divisão e Cromatografia Aplicada (DCAP) e Divisão de Infraestrutura Complementar (DIEC).  Atualmente, as técnicas instrumentais disponíveis no CRTI são: Difratometria de Raios-X,  Espectroscopia Óptica (UV-Vis e Infravermelho), Fluorescência de Raios-X , Espectrometria de Massa , Espectrometria Óptica , Microscopia Eletrônica de Varredura (W e FEG) , Microscopia Óptica Convencional e Confocal , Microanálise Eletrônica , Cromatografia de Alta Resolução (equipamentos adquiridos e em fase de instalação).